“Está quase certo”, afirma Bolsonaro sobre o fim do horário de verão

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (5/4) em café da manhã organizado para jornalistas

atualizado 05/04/2019 12:33

Rafaela Felicciano/Metrópoles

O horário de verão pode acabar neste ano, segundo o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em conversa com jornalistas na manhã desta sexta-feira (5/4), ele explicou que o assunto já foi discutido com o ministro de Minas e Energia (MME), Bento Albuquerque.

A proposta foi sugerida pelo deputado João Campos (PRB-GO), que apresentou dados sobre o tema, agora estudados pelo MME. “Está quase certo”, afirmou sobre o fim do horário de verão.

Essa análise pelo ministério já era feita durante o governo de Michel Temer. Albuquerque informou que na próxima semana o estudo deve ficar pronto e será encaminhado para avaliação do presidente Bolsonaro. Além da economia para o país, o ministro informou que também são avaliados outros fatores, como sobrecarga e picos de consumo.

Nesta sexta (5/4), o presidente reuniu jornalistas para um café da manhã. Entre outras medidas, Bolsonaro anunciou que o ministro da Educação, Ricardo Vélez Rodríguez, pode ser demitido na próxima segunda-feira.

“Está bastante claro que não está dando certo o ministro Vélez. Na segunda-feira, vamos tirar a aliança da mão direita, ou vai para a esquerda ou vai para a gaveta”, disse o chefe do Executivo.

Últimas notícias