Boate de PM e deputado do RJ já foi multada por festa com aglomeração

Evento com pessoas sem máscara foi encerrado na madrugada de 23 de maio; dois funcionários são investigados em denúncia de estupro

atualizado 07/07/2021 19:09

Buda Lounge, Cabo FrioReprodução/TV Globo

Rio de Janeiro – A boate Buda Beach, em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio, que pertence ao deputado estadual Filippe Poubel (PSL-RJ) e ao capitão da Polícia Militar Diogo de Souza Silveira, foi multada em R$ 5 mil no dia 23 de maio deste ano por desrespeito às medidas sanitárias. A informação foi confirmada ao Metrópoles pela prefeitura do município.

Em nota, a Prefeitura de Cabo Frio informou que uma festa foi encerrada no local por volta de 2h da madrugada após denúncias. Na boate, foram flagradas pessoas sem máscara, o que contraria os decretos em vigor para controlar a pandemia da Covid-19.

“O processo administrativo foi encaminhado para a Procuradoria-Geral do Município, que avalia a pertinência legal para a proposição de ação na Justiça, em virtude de reiterados descumprimentos às normas municipais”, diz trecho da nota.

Dois funcionários da casa noturna são alvos de investigação da Polícia Civil após uma denúncia de estupro, que teria ocorrido no dia 8 de maio. A mulher contou à TV Globo que dois funcionários teriam se aproveitado dela em um momento de inconsciência, provocado pelo excesso de álcool.

A vítima foi posteriormente encontrada por um amigo, que tentou pedir ajuda, mas, segundo a reportagem, foi impedido por seguranças da boate por orientação de Poubel.

Em nota, a assessoria do deputado Filippe Poubel informou que ele “não é acusado e, na condição de sócio do empreendimento, está contribuindo com as investigações”. Disse também que “sempre repudiou qualquer ato de violência contra mulheres, e demonstrou solidariedade a vítimas”.

Últimas notícias