Covas recebe Doria no hospital: “Boas notícias para nossa cidade”

O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas, está internado para tratar o câncer na cárdia, região entre estômago e esôfago

atualizado 10/05/2021 19:10

Bruno Covas e João DoriaReprodução

São Paulo – O prefeito licenciado de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), recebeu a visita do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), na tarde desta segunda-feira (10/2). Covas está internado no hospital Sírio-Libanês, na capital paulista, para tratar um câncer.

Em publicação nas redes sociais, o prefeito adiantou que eles conversaram sobre a transferência do prédio Hospital Sorocabana para o município.

“Em breve, mais boas notícias para nossa cidade. Parceria entre o estado e a prefeitura é o que a população quer e precisa. Vamos em frente”, declarou.

Veja:

Na semana passada, Covas registrou o encontro que teve com o prefeito em exercício da capital, Ricardo Nunes (MDB).

Ativo nas redes sociais, ele tem compartilhado mensagens positivas no enfrentamento à doença diagnosticada em 2019. “Continuo a lutar aqui no hospital. Sem baixar a cabeça e sem perder minha motivação.”

Prefeito internado

O prefeito está internado desde o dia 2 deste mês por conta do agravamento do câncer na cárdia, região entre o estômago e o esôfago.

De acordo com boletim divulgado pelo Sírio-Libanês na quinta (6/5), Covas foi submetido a um novo exame de endoscopia digestiva após os médicos notarem um “discreto sangramento residual” no estômago.

“Estou bem, na companhia da minha família, seguindo com disciplina o tratamento determinado pela minha equipe médica. Um passo de cada vez. Com fé e dedicação, tenho certeza que vou vencer”, afirmou.

0

O prefeito licenciado foi intubado em um leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em decorrência de um sangramento no estômago. Na mesma tarde, a prefeitura anunciou seu afastamento temporário.

Entretanto, Covas apresentou melhora e recebeu alta da UTI. Ele está agora em um leito de terapia semi-intensiva, mas sem previsão de receber alta.

Últimas notícias