Bahia registra 11 casos de superfungo resistente a medicamentos

A situação está sendo tratada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como surto e uma “grave ameaça à saúde global”

atualizado 26/01/2021 15:27

teste em laboratórioCamila Souza/GOVBA

A Bahia contabiliza 11 casos do superfungo fatal “Candida auris'” resistente a medicamentos e responsável por graves infecções hospitalares. A situação está sendo tratada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) como surto.

O órgão alerta que a Candida auris é um fungo emergente que representa uma “grave ameaça à saúde global”.

“Pode causar infecções invasivas, que são associadas à alta mortalidade, pode ser multirresistente e levar à ocorrência de surtos nos serviços de saúde”, informou. Além disso, a Anvisa alerta que as infecções com Candida auris são invasivas e podem ser fatais. “Com base em relatos com número limitado de pacientes, 30% a 60% dos pacientes com infecções de corrente sanguínea por C. auris evoluíram para o óbito”, adverte.

Leia mais em Bahia Notíticas, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias