Auxílio de R$ 600: bancos não podem abater dívidas com benefício

O aplicativo de cadastro para receber o dinheiro foi disponibilizado pela Caixa Economia Federal nesta terça-feira

atualizado 07/04/2020 15:16

O valor do auxílio emergencial de R$ 600 não poderá sofrer débitos na conta do cidadão que receber o auxílio. Com isso, os bancos não poderão abater dívidas anteriores ao pagamento com esse dinheiro.

Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse que a medida foi negociada com a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban).

“Esse dinheiro fica protegido, não paga débitos anteriores”, reforçou durante coletiva no Palácio do Planalto.

O benefício é direcionado para trabalhadores informais, intermitentes e empreendedores individuais.

O governo calcula que 54 milhões de brasileiros irão receber esse recurso. Ao todo, serão gastos R$ 98 bilhões.

O aplicativo de cadastro para receber o benefício foi disponibilizado nesta terça-feira (07/04).

O auxílio foi criado  para aumentar a renda durante da pandemia de Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

Para solicitar o benefício, basta acessar o site ou baixar o app Caixa Auxílio Emergencial nos aparelhos com sistema operacional Android e aparelhos com sistema iOS, como iPhones.

Últimas notícias