*
 

Uilker Alves, 28 anos, autor confesso do atentado em Aparecida de Goiânia (GO), poderá responder por terrorismo, de acordo com o delegado responsável pelo caso, Divino Batista dos Santos. O investigador ainda não tomou depoimento formal do suspeito para descobrir a real motivação do crime. As informações são do portal de notícias G1.

Preso em flagrante, o suspeito se diz arrependido. “O crime que ele pode responder, além das quatro tentativas de homicídio, seria o ato de terrorismo. Se ficar provado que ele agiu exclusivamente por questão religiosa, tendo convicção de que aquela igreja pregava coisas diferentes das que ele acredita, com a finalidade de provocar clamor social e se vingar daquela religião, ele vai responder por ato de terrorismo”, explicou o delegado Santos.

O ataque aconteceu na igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias, no Setor Colina Azul, em Aparecida de Goiânia. O agressor teria entrado com duas facas no local. Cerca de 120 pessoas participavam de uma reunião no momento da invasão. Testemunhas disseram que o acusado chegou a se sentar em um dos bancos, mas pouco depois começou a esfaquear algumas pessoas. Na ocasião, quatro homens ficaram feridos.

O suspeito cumpria pena por lesão corporal em regime aberto. Uilker também tem passagens por resistência à prisão e desacato à autoridade.