Arthur Virgílio diz que Aécio “bolsonarizou” PSDB e quer melar prévias

Ao Metrópoles, o postulante a pré-candidato do PSDB ao Planalto ainda afirmou que o político mineiro tem planos de presidir a Câmara

atualizado 26/11/2021 22:30

Postulante a pré-candidato do PSDB à presidência da República, Arthur Virgílio Neto afirmou, em entrevista ao Metrópoles, que o deputado federal Aécio Neves (PSDB) quer “melar as prévias” do partido. O ex-prefeito disse que há integrantes da sigla que querem “um partido manipulável, de clientelismo” e apontou: “Aécio Neves, por exemplo”.

“[Aécio] virou uma espécie de presidente honorário do baixo clero, e pretende, com isso, ver um partido que não tenha candidato a presidente, quer melar as prévias. E tem sonhos, nos delírios dele, de ser presidente da Câmara outra vez. Hoje nós temos mais da metade do PSDB quase sistematicamente votando a favor do Bolsonaro, e isso tem o dedo dele. Ele perdeu totalmente a noção de que é ser tucano”, declarou (confira a partir de 1′).

Virgílio, no entanto, disse que os desentendimentos nas prévias do partido com os governadores de São Paulo, João Doria, e do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, “não vai transformá-los em inimigos”.

Virgílio também criticou o alinhamento do PSDB ao governo Bolsonaro.“Eu tomei um susto quando fui chamado para uma reunião para o partido definir com clareza que éramos de oposição. Será que a gente não nasceu oposição a esse governo? O PSDB perdeu essa característica porque ele foi amansado, e a gente tem que transformá-lo novamente em uma fera política”, pontuou (5’20”.

O ex-deputado e ex-senador ainda negou que pense em disputar o governo amazonense em 2022, disse “cumprir rituais” e garantiu que se manterá no páreo pela chapa tucana.

Além de encarar com desdém uma possível candidatura de Geraldo Alckmin como vice do ex-presidente Lula, Virgílio disse que considera o ex-governador de São Paulo “estranho”. Confira:

Mais lidas
Últimas notícias