Após ter recurso negado, Flordelis irá a júri popular no Rio

Tribunal do Rio negou recursos da ex-deputada, acusada de ser mandante da morte do ex-marido, o pastor Anderson do Carmo

atualizado 20/01/2022 18:01

FlordelisIgo Estrela/Metrópoles

O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) negou os recursos feitos pela ex-deputada federal Flordelis, que irá a júri popular. Ela é acusada de ser mandante da morte do ex-marido, o pastor Anderson do Carmo.

A decisão, publicada em 15/1, é do desembargador Marcus Basílio, segundo vice-presidente do TJRJ. O magistrado afirmou, no texto, que, para acatar os recursos de Flordelis, teria que reexaminar as provas, o que não é aceito em instâncias superiores.

0

O julgamento ainda não possui data estipulada. Outras duas pessoas citadas no processo, a filha afetiva de Flordelis Marzy Teixeira da Silva e a neta biológica Rayane dos Santos Oliveira também tiveram os recursos negados.

“Seria necessário o reexame dos fatos e provas produzidos no processo, o que não é permitido às instâncias superiores, que atuam apreciando apenas questões de direito infraconstitucional e/ou constitucional”, escreveu o magistrado.

A ex-deputada foi presa preventivamente em agosto, exatas 48 horas depois de ter o mandato cassado pelo plenário da Câmara dos Deputados. Ela está detida na Penitenciária Talavera Bruce, no Complexo de Gericinó, em Bangu, zona oeste do rio.

O Metrópoles procurou o advogado de Flordelis para tratar do assunto, mas não obteve retorno ou respostas até o momento.

Mais lidas
Últimas notícias