Após ser diagnosticado com Covid, Queiroga compartilha post antivacina

Ministro da Saúde, que está fazendo quarentena em Nova York, apagou a publicação logo depois

atualizado 22/09/2021 17:39

Presidente Jair Bolsonaro e o Ministro Marcelo Queiroga durante evento de Assinatura do contrato de transferência de tecnologia da AstraZeneca para a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) em Brasília.Igo Estrela/Metrópoles

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, usou a sua conta no Instagram, na terça-feira (21/9), para replicar postagem com teor antivacina. O post foi feito logo após o chefe da pasta ter sido diagnosticado com Covid-19 em Nova York, onde integrou a comitiva do presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), que participou da 76ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU).

A publicação compartilhada pelo ministro, originalmente postada por Ana Flávia Nóbrega, insinua que o imunizante e o uso da máscara são ineficazes contra o coronavírus.

“Que ironia! Ministro @marceloqueiroga seguiu todos os protocolos, vacinou com a Coronavac, usa máscara o tempo inteiro e foi contaminado. O presidente não se vacinou, não usa máscara estava ao lado dele e não pegou. Melhoras ministro!”, diz a publicação.

Veja:

0

Após a repercussão negativa, Queiroga apagou o post, e a conta da usuária que publicou a mensagem foi fechada.

Covid-19

O ministro teve o diagnóstico confirmado um dia após ter feito gestos obscenos – mostrando o dedo do meio – para manifestantes que protestavam contra o governo Bolsonaro.

O caso de Queiroga é o segundo de infecção pela doença na comitiva presidencial. Agora, o ministro da Saúde vai ficar em isolamento social em Nova York.

Às vésperas da viagem, na semana passada, Queiroga foi criticado por suspender a vacinação de adolescentes contra a Covid-19. O ministro declarou que mudou a orientação da pasta federal após uma conversa com Bolsonaro.

Últimas notícias