metropoles.com

Após mortes de Bruno e Dom, governo cortou R$ 8,2 milhões da Funai

Indigenista e jornalista inglês morreram na região. Fundação teria cerca de R$ 12 milhões de crédito suplementar

atualizado

Compartilhar notícia

Brasília (DF), 23/07/2019 Sede Funai Brasília Foto: Raimundo S
1 de 1 Brasília (DF), 23/07/2019 Sede Funai Brasília Foto: Raimundo S - Foto: null

Após os assassinatos do indigenista Bruno Araújo Pereira e do jornalista inglês Dom Phillips no Vale do Javari (AM), em junho deste ano, o governo federal cortou R$ 8,2 milhões em despesas discricionárias da Fundação Nacional do Índio (Funai). Dados obtidos pelo projeto Data Fixers, em parceria com a agência de dados públicos Fiquem Sabendo, mostram que a fundação chegou a receber um crédito suplementar de R$ 12,3 milhões após o crime.

Porém, boa parte deste valor acabou sendo cortado a pedido do próprio governo federal.

Com a justificativa do cumprimento do teto de gastos, portarias de junho e setembro mostram que R$ 8,2 milhões em despesas discricionárias previstas para o ano foram anulados, afetando diretamente a compra de equipamentos, material de consumo, mão de obra terceirizada e despesa com deslocamentos, entre outras necessidades.

0

Quase ao mesmo tempo em que os cortes aconteciam, servidores da fundação apontavam a necessidade de mais recursos para a manutenção do trabalho região. Em ofício de 29 de julho, a Coordenadoria Regional do Vale do Javari identificou problemas com déficit de servidores e de estrutura.

O documento ainda aponta que, após as mortes de Bruno e Dom, a Coordenadoria Regional do Vale do Javari identificou possíveis crimes ambientais na região, como garimpo, pesca e extração de madeira ilegal, e pediu mais segurança e estrutura de trabalho para os servidores da região.

Compartilhar notícia

Quais assuntos você deseja receber?

sino

Parece que seu browser não está permitindo notificações. Siga os passos a baixo para habilitá-las:

1.

sino

Mais opções no Google Chrome

2.

sino

Configurações

3.

Configurações do site

4.

sino

Notificações

5.

sino

Os sites podem pedir para enviar notificações

metropoles.comNotícias Gerais

Você quer ficar por dentro das notícias mais importantes e receber notificações em tempo real?

Notificações