Após fala contra a vacina, Venturini alega: “Não foi o que quis dizer”

No sábado (26/6), ex-levantadora da seleção brasileira de vôlei disse que só tomaria vacina contra Covid-19 pelo desejo de "viajar o mundo"

atualizado 27/06/2021 21:33

Fernanda VenturiniReprodução

Um dia após dizer com todas as letras, em vídeo publicado nas redes sociais, que é “contra a vacina”, a ex-levantadora da seleção brasileira de vôlei Fernanda Venturini negou neste domingo (27/6) ser contra a imunização contra a Covid-19.

De acordo com relato postado nas redes, ela afirmou que foi “mal interpretada”.

“Você acham que eu estou feliz com 500 mil mortes? Vocês acham? Se eu fosse contra, eu não teria me vacinado. Eu tenho um programa que fala só de saúde, que é o ’14 Minutos de Saúde com Fernanda Venturini’, no YouTube. Espero que as pessoas tenham mais respeito”, disse a atleta.

“Fui xingada de tudo quanto é nome. Incrível como as pessoas têm direito de entrar no seu Instagram. O que eu faço é promover saúde para todo mundo. Se eu magoei alguém, eu peço desculpa, mas não foi isso que eu quis dizer”, prosseguiu.

No sábado (26), em um story, do Instagram, Venturini disse que era “contra a vacina”, mas, como quer viajar o mundo, iria tomar. “Vou tomar Pfizer, que eu acho que é menos pior”, disse ela, aos risos. Após a repercussão, a ex-jogadora de vôlei apagou a publicação.

Mais lidas
Últimas notícias