Após decisão do STF, Roberto Jefferson volta para a cadeia

Presidente do PTB só deixou o hospital nesta quinta-feira (14/10), oito dias após ter recebido alta hospitalar

atualizado 14/10/2021 17:48

Roberto Jefferson foi operado e passa bem, diz advogadoDivulgação álbum pessoal

Escoltado por agentes da Polícia Federal, o presidente do PTB, Roberto Jefferson, deixou nesta quinta-feira (14/10) o hospital Samaritano na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, e retornou para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, também na zona oeste da cidade.

A transferência ocorreu oito dias após o ex-deputado federal ter recebido alta hospitalar. O partido de Jefferson aguardava uma decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação a um pedido de prisão domiciliar.

O ministro Alexandre de Moraes, no entanto, decidiu por manter o dirigente do PTB na cadeia. Roberto Jefferson foi preso em 13 de agosto por ordem de Moraes, relator do “inquérito da milícia digital”.

O PTB  alegou que o ex-deputado correrá “grave risco” de morte se sair do hospital e retornar à cadeia. Para Moraes, no entanto, a prisão preventiva de Jefferson ainda é “imprescindível à ordem pública”.

Jefferson foi hospitalizado em 5 de setembro para tratar uma infecção urinária. Em seguida, no dia 28, ele passou um procedimento de cateterismo.

Últimas notícias