Após ameaças, empresa retira outdoors com críticas a Bolsonaro

Foram ao menos 10 cartazes espalhados pela cidade, um dos polos do agronegócio e onde o presidente recebeu 77% dos votos válidos em 2018

atualizado 27/05/2021 21:44

Cartazes ficam em Sinop, no Mato GrossoReprodução/RDNews

Depois de sofrer ameaças e pressão popular, os responsáveis por outdoors com críticas à gestão de Jair Bolsonaro (sem partido) espalhados na cidade de Sinop (MT) retiraram os cartazes. As informações são do site RDNews.

“Teve muita pressão do empresariado local e do agronegócio aqui. Foram muitas ações coordenadas e a gente entende a situação da empresa, vão devolver o dinheiro, inclusive. A empresa começou as instalações na segunda e hoje todos foram desinstalados todos. Alguns outdoors foram vandalizados após receberem ameaças e campanhas de boicote”, conta Odair José Fernandes, da Associação Sinopense dos Patriotas e Cidadãos de Bem (Asibacipem).

“Estamos recebendo ameaças, pessoas expondo nomes de familiares nossos, outros dizendo que vão boicotar comércio onde trabalhamos se o funcionário não for demitido. Querem derrubar, destruir, enfim”, contou Jhoni Helen, uma das organizadoras da manifestação, ao site. “Fomos silenciados.”

0

Foram ao menos 10 cartazes espalhados pela cidade, um dos polos do agronegócio e onde o presidente recebeu 77% dos votos válidos em 2018. Em um dos cartazes, lia-se: “Motorista, Bolsonaro te enganou! O combustível não para de subir e o frete não aumentou”.

Outro outdoor expunha a mensagem: “Governo ruim não salva vidas nem a economia”. Uma das manifestações também critica o preço do gás de cozinha, do arroz e da gasolina.

Últimas notícias