Atiradores entraram em uma escola na manhã desta quarta-feira (13/2), na cidade de Suzano, 50 km de distância de São Paulo, e dispararam contra alunos e funcionários. Segundo informações iniciais do Corpo de Bombeiros, teriam sido atingidas oito crianças. De acordo com a TV Record, a diretora da escola também teria sido atingida e não resistiu.

Segundo informações da Polícia Militar de São Paulo, ao menos oito crianças morreram em decorrência do ataque. Os dois atiradores também morreram após o ataque. Ainda não se sabe se eles cometeram suicídio ou foram abatidos. O Corpo de Bombeiros está no local na manhã desta quarta-feira (13/3).

O ataque ocorreu na escola Raul Brasil, que abriga, segundo o Censo de 2018, 1051 alunos e 121 funcionários, aproximadamente mil alunos da rede pública de ensino. O colégio (foto em destaque) fica na região central da cidade.

Os dois atiradores que invadiram a escola usavam máscaras e tocas. Uma das balaclavas tinha os desenhos de uma caveira na região da face. Ambos também usavam relógios virados para baixo.

Segundo a Polícia Militar, todo o efetivo da 1ª Companhia do 32º Batalhão de Suzano foi destacado para ir até o local. As equipes da Guarda Civil Metropolitana e do Samu foram enviados para a escola.

Muitas crianças, segundo a TV Record, não teriam resistido aos ferimentos. Os helicópteros Águia 15 e 17, do Grupamento Aéreo da Polícia Militar, também foram deslocados à ocorrência. (Mais informações em instantes)