Anvisa avalia pedido da Pfizer para permitir vacinação em adolescentes

A empresa quer incluir o público a partir de 12 anos de idade na bula do imunizante contra a Covid que hoje está registrado no Brasil

atualizado 31/05/2021 14:04

Vacina pfizerAline Massuca/Metrópoles

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu uma solicitação da Pfizer para ampliar a faixa etária de indicação de sua vacina contra Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.

A empresa quer incluir o público adolescente com 12 anos de idade ou mais na bula da vacina que hoje está registrada no Brasil. Atualmente, a vacina Comirnaty esta autorizada para pessoas com 16 anos de idade ou mais.

A solicitação de inclusão de uma nova faixa etária, ou seja, uma nova indicação na bula, deve ser feita pelo laboratório desenvolvedor da vacina.

“Para incluir novos públicos na indicação de uma bula, o laboratório precisa conduzir estudos que demonstram a relação de segurança e eficácia para determinada faixa etária”, destacou a Anvisa, em nota.

O pedido da Pfizer foi protocolado no dia 13 de maio e o prazo de avaliação da Anvisa é de até 30 dias.

Últimas notícias