Aneel autoriza reajuste na conta de luz de até 16% em Goiás, SP e DF

Aumento está autorizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) a partir desta sexta-feira (22/10)

atualizado 22/10/2021 10:04

LâmpadaAline Massuca/ Metrópoles

Prepare o bolso. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o aumento da conta de luz em três unidades da Federação — Distrito Federal, Goiás e São Paulo. O percentual máximo pode chegar a 16%. No DF, o reajuste será de 11% para residências, e 9%, para indústrias de alta tensão, a partir desta sexta-feira (22/10).

A decisão foi tomada nessa quinta-feira (21/10). Segundo a Aneel, somando DF, Goiás e São Paulo, o aumento vai atingir 8 milhões de consumidores.

De acordo com a Aneel, as correções foram autorizadas por causa da escassez hídrica, inflação e variação do dólar.

As recomposições estão previstas nos contratos de concessão. De acordo com a Aneel, elas têm como objetivo cobrir os investimentos das empresas e as despesas. Os reajustes podem passar a vigorar nesta sexta-feira (22/10).

Em São Paulo, a Aneel autorizou o reajuste da tarifa das empresas EDP e CPFL Piratininga. O reajuste passa a valer no sábado (23/10). No caso das residências, o aumento será de 16%. Para as indústrias, o índice será de 4%.

Em Goiás, a empresa Enel Distribuição pode reajustar em 16% o valor da energia, para residências, e em 14%, para indústrias de alta tensão. O aumento pode entrar em vigor a partir desta sexta-feira (22/10).

No DF, o serviço é oferecido pela Neonergia Distribuição Brasília.

 

 

Mais lidas
Últimas notícias