Anac vai cancelar licença de 10 aeronaves da Avianca

Agência informou que o procedimento poderá impactar os voos da empresa nos próximos dias

atualizado 17/01/2019 21:29

Michael Melo/Metrópoles

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) vai retirar, até a próxima terça-feira (22/1), a matrícula de 10 aviões operados no país pela Avianca, que está em recuperação judicial desde dezembro de 2018. Com o cancelamento das matrículas, as aeronaves serão devolvidas imediatamente à empresa de arrendamento GE Capital Aviation Services, que havia entrado na Justiça devido à falta de pagamentos.

A Anac informou que o procedimento poderá impactar os voos da Avianca nos próximos dias e aconselhou os passageiros com viagens marcadas a procurar a empresa.

Os aviões em questão não são os mesmos usados em rotas internacionais e cuja devolução foi anunciada na quarta-feira (16) pela empresa. Antes de entrar em reestruturação, a companhia aérea tinha uma frota de 57 aviões – sete desses já foram entregues para as empresas proprietárias, e outros 12 ainda deverão ser restituídos.

Na última segunda (14), a companhia participou de uma audiência de conciliação com empresas de arrendamento, em que lhe foi dado um prazo até 1º de fevereiro para apresentar uma proposta de pagamento. Representantes da GE Capital Aviation Services participaram da reunião.

Caso voos da companhia sejam cancelados, os passageiros têm direito a reembolso integral do valor pago ou a serem reacomodados em outros voos.

Últimas notícias