Anac autoriza voos comerciais da empresa aérea Itapemirim

Companhia já pode operar em todo território nacional. Grupo Itapemirim, no entanto, é alvo de desconfiança nos tribunais

atualizado 03/05/2021 10:02

ItapemirimDivulgação

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorizou voos comerciais da empresa Itampemirim em todo o território nacional. A companhia já garantiu slots (horários de pouso e decolagem) para completar viagens entre Ribeirão Preto e Recife, Ribeirão Preto e Guarulhos, Porto Seguro e Guarulhos, Salvador e Guarulhos, a partir de junho.

“Estamos presenciando um marco importante dentro da história da aviação civil brasileira. Hoje, temos orgulho de anunciar que cumprimos, dentro do prazo oficial, todos os requisitos exigidos pela Anac. Esse sonho só foi possível pelo empenho de todos os diretores e colaboradores do Grupo Itapemirim”, disse em nota Sidnei Piva, presidente da empresa.

A companhia afirmou que buscará uma relação mais pessoal com os clientes para contornar a crise no setor.

“Em resumo, é a pessoa, o olho no olho, que vamos priorizar entre todos os colaboradores e os passageiros.” Já o presidente do grupo ressaltou, em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, que se trata de uma empresa de baixo custo e que fará voos regionais.

A Itapemirim, no entanto, chega com desconfiança ao mercado. Desde 2016, corre um processo de recuperação judicial da empresa, cuja execução é alvo de questionamentos.

Além disso, os fundadores do Grupo Itapemirim movem um processo para anular a venda da companhia aos proprietários atuais, com base em acusações de falsidade ideológica.

Mais lidas
Últimas notícias