AM: prefeito diz que desabamento de ponte é uma “tragédia anunciada”

O prefeito de Careiro (AM), Nathan Macena, relata que percebeu risco de deslizamento ao passar pela ponte que caiu nesta segunda

atualizado 28/09/2022 19:03

Reprodução

Para o prefeito de Careiro Castanho (AM), Nathan Macena, o desabamento da ponte na cidade na manhã desta quarta-feira (28/9) é uma “tragédia anunciada”. No Programa Alô Cidade, Macena relatou que percebeu sinais de deslizamento ao passar pelo local do acidente na segunda-feira (26/9).

A estrutura caiu nesta quarta, no km 25 da BR-319 do município. Segundo o Corpo de Bombeiros Militar do estado, foram registradas, até o momento, três mortes no local. E 14 feridos foram atendidos em unidades de saúde de Manaus.

Conforme Macena, devido ao claro risco de desabamento, umas das empresas que realizam manutenção na estrada chegou a checar a ponte, mas apenas “jogou barro” nas rachaduras.

“A gente fica muito triste por essa tragédia anunciada. Porque há alguns dias passamos pela cabeça da ponte e ela vem desabando já. Tem uma empresa que está dando manutenção na BR e não viu o buraco que ‘arriava’. A ponte, na verdade, é uma ponte antiga que, por falta de manutenção, veio a acontecer isso”, afirma o prefeito.

Ainda de acordo com ele, havia muitas pessoas em cima da ponte no momento do desabamento: “Muita gente estava em cima da ponte, mais de 50 pessoas, porque o barro tinha caído da cabeceira da ponte e só passava um carro de cada vez e todos os carros pesados estavam em cima da ponte dando passagem para o carro de cada vez. Eu acredito que o desabamento da ponte foi também pela quantidade de peso”.

Nessa terça-feira (27/9), um dia antes do acidente, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) emitiu comunicado para que os motoristas evitassem passar com veículos pesados na área.

Veículos que passavam pelo local caíram dentro do rio que atravessa a pista.

Veja vídeo da ponte após desabar aqui.

Em nota, o governo do Amazonas afirma que:

“O governador Wilson Lima coordena as ações em apoio às vítimas do acidente que aconteceu na BR-319. Equipes da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM) estão no local, com mergulhadores e ambulâncias de suporte avançado para os primeiros atendimentos. Até o momento, 14 vítimas foram atendidas em unidades de saúde de Manaus.

O estado está à disposição do Ministério da Infraestrutura e do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) para fazer o que for necessário para diminuir os transtornos causados pelo acidente. O governo vai enviar balsas para fazer o deslocamento de carros no local, enquanto o governo federal refaz a ponte”.

Mais lidas
Últimas notícias