Alto Paraíso: homem morre ao inalar monóxido de carbono em poço

A vítima ainda não foi identificada. Outro trabalhador, também intoxicado, recebeu atendimento do Corpo de Bombeiros e foi levado ao Hran

atualizado 27/10/2019 20:47

CBMDF/Divulgação

Um homem que trabalhava em uma cisterna morreu ao inalar monóxido de carbono, na tarde deste domingo (27/10/2019). Outra pessoa também foi intoxicada, mas os Corpos de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e de Goiás (CBMGO) fizeram o resgate a tempo.

O acidente ocorreu em uma cisterna na Fazenda Poção, localizada entre Alto Paraíso e São João da Aliança, no estado de Goiás. A corporação da capital atuou na ocorrência, disponibilizando o helicóptero e seis militares.

Os dois homens trabalhavam dentro da cisterna e, para executar o serviço, usavam uma máquina com motor à combustão. Como o equipamento produz monóxido de carbono e o local não era aberto, depois de algum tempo expostos, as vítimas foram intoxicadas.

Perícia

Um deles acabou afundando na água do poço e teve a morte declarada pelos militares. A perícia foi acionada para fazer a retirada e a identificação do corpo. O outro trabalhador, Maycon de Araujo Moura, 26 anos, foi atendido e levado desorientado, porém consciente e estável ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Este é o segundo acidente em cisterna registrado pelo CBMDF somente neste fim de semana. Na QL 16 do Lago Norte, um homem de 43 anos sofreu um corte profundo na cabeça depois que um balde de água se soltou e o atingiu. Ele fazia a limpeza do local e estava instável quando foi encaminhado ao Hospital de Base do DF.

Últimas notícias