Alcolumbre pede mais de R$ 513 mil de reembolso ao Senado

Apesar de as notas apresentadas fazerem referência ao ano passado, elas têm data do mês de março de 2021

atualizado 26/04/2021 9:39

Senador Davi AlcolumbreRafaela Felicciano/Metrópoles

São Paulo – O ex-presidente do Senado Davi Alcolumbre (DEM-AP) apresentou à Casa notas fiscais que totalizam R$ 513,6 mil em faturas a serem reembolsadas.

O pedido de reembolso foi feito no mês passado, mas diz respeito à cota parlamentar de 2020. Apesar disso, as notas fiscais são todas datadas do mês passado, conforme apontou o jornal O Globo.

Até então, os gastos do político estavam zerados na plataforma de transparência de gastos públicos.

Ao todo, 85% do valor apresentado por Alcolumbre diz respeito à divulgação do mandato. A uma empresa de Macapá, ele declarou ter pago R$ 27,5 mil mensais.

Últimas notícias