Acusado de estuprar jovem a caminho da escola em Copacabana é preso

Menina foi abordada em Copacabana e abusada no Centro. Com o bandido, foram apreendidos o celular da vítima e uma chave de quarto de hotel

atualizado 19/11/2021 15:27

Reprodução

Rio de Janeiro – Policiais da 10ª DP (Botafogo) prenderam Helton Rodinei de Oliveira Pacheco, acusado de estuprar uma adolescente quando ia para a escola. A vítima, de 17 anos, seguia para o colégio quando foi abordada pelo suspeito, em Copacabana, e seguiu, sob ameaça, até um hotel no centro da Rio, onde ocorreu o abuso.

Os parentes da menina foram à delegacia no último dia 11 e contaram aos agentes que a jovem foi cercada por um criminoso às 12h40, próximo à estação do metrô da Praça Cardeal Arcoverde, na zona sul. Acreditando que o abusador estava armado, a estudante caminhou até a praia de Botafogo, bairro vizinho, onde pegaram um ônibus para o Centro.

0

A menina contou aos pais que foi obrigada a entrar em um hotel na Avenida Rio Branco, uma das principais vias da cidade, onde sofreu abuso sexual e teve os pertences roubados. O criminoso já estava hospedado no local e passou pela recepção sem ser abordado, mostrando a chave do quarto.

De acordo com o delegado Alexandre Herdy, titular da 10ª DP, após o estupro, o criminoso embarcou com ela em um ônibus e a libertou na Praia de Botafogo, onde a garota pediu ajuda a policiais militares.

A investigação avaliou, além de depoimentos, imagens registradas por câmeras de segurança, além do cruzamento de dados das bases da Polícia Civil, que indicaram que o acusado já havia sido preso anteriormente pelo ataque a outra vítima, com quem praticou o mesmo crime, pelo qual ficou preso até janeiro deste ano.

Durante a detenção, os agentes recuperaram o celular da vítima e a chave do quarto onde o bandido praticou o estupro. Helton estava com o mesmo casaco utilizado no dia do crime, reconhecido pela vítima. Uma segunda adolescente de 17 anos também reconheceu o criminoso, por ter sido vítima do mesmo crime, no qual Helton usou a mesma abordagem.

À Justiça, ele responde por estupro, roubo e receptação.

Mais lidas
Últimas notícias