Acidente em SP: Prefeitura de Itaí cederá ginásios para velório de vítimas

A Defesa Civil trabalha para agilizar o reconhecimento dos corpos e a liberação para o enterro. Vans farão o transporte de familiares

atualizado 25/11/2020 18:21

Os corpos das vítimas do grave acidente ocorrido na manhã desta quarta-feira (25/11), na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, serão velados em ginásios poliesportivos cedidos pela Prefeitura de Itaí (SP). A informação foi divulgada pela Defesa Civil de São Paulo.

Além dos locais para o velório, a prefeitura local irá disponibilizar vans para transportar familiares das vítimas que não possuem meios próprios de transporte. Para isso, será emitido um decreto municipal de Situação de Emergência.

Em nota, a Defesa Civil do estado de São Paulo afirmou que encaminhou uma equipe para atuar em conjunto com o município na coordenação de esforços para o atendimento às vítimas e suporte aos familiares dos envolvidos no grave acidente.

Serão montados dois pontos de acolhimento para assistência e auxílio aos familiares. O Instituto de Medicina Legal (IML) de Avaré servirá de base para o reconhecimento de corpos e demais orientações.

O segundo ponto será na sede da Secretaria Municipal do Bem Estar Social do município de Itaí (SP), com equipes da Defesa Civil do Estado e dos municípios que prestarão toda a assistência necessária aos familiares e amigos das vítimas.

0
Acidente

O acidente entre um ônibus e um caminhão provocou ao menos 41 mortes e deixou 12 pessoas gravemente feridas na manhã desta quarta-feira (25/11), na Rodovia Alfredo de Oliveira Carvalho, entre Taguaí e Taquarituba, no interior de São Paulo.

Os veículos bateram no km 172 em Taguaí. A rodovia precisou ser interditada para atendimento da ocorrência. De acordo com informações da polícia, 37 vítimas morreram no local e quatro faleceram em hospitais da região.

Os feridos foram levados para hospitais de Taguaí, Fartura e Taquarituba. As informações iniciais dos bombeiros, no local do acidente, são de que o ônibus levava funcionários de uma empresa de têxtil.

Últimas notícias