Abaixo-assinado contra nota antivacina da Saúde tem 41 mil assinaturas

Nota técnica do Ministério da Saúde afirma que hidroxicloroquina é eficaz contra a Covid-19, e vacinas, não. Texto criou revolta

atualizado 23/01/2022 17:38

São Paulo – Menos de 24 horas após ser criado, um abaixo-assinado contra a nota técnica do Ministério da Saúde a favor da hidroxicloroquina e contra as vacinas contra a Covid-19 já conseguiu mais de 41 mil assinaturas.

O texto foi criado por um grupo de docentes da Faculdade de Medicina da USP e de outras instituições, profissionais de saúde e pesquisadores brasileiros.

O manifesto repudia a Nota Técnica 2/2022 da área de Ciência, Tecnologia, Inovação e Insumos Estratégicos em Saúde do Ministério da Saúde, a qual os criadores do abaixo-assinado chamam de “uma vasta lista de estultices” e um “exemplo primoroso de desinformação em saúde”.

“É espantoso que o Ministério da Saúde recuse normas propostas elaboradas por um grupo de pesquisadores, convocados pelo próprio ministério, criando uma situação sem precedentes em nosso país. Causa enorme preocupação o fato de que as rédeas do Ministério da Saúde estejam sob a posse da ideologia, da desinformação e, principalmente, da ignorância”, afirma o abaixo-assinado on-line.

Para os profissionais da saúde e pesquisadores autores da nota, “o comportamento do Ministério da Saúde transgride não somente os princípios da boa ciência, mas avança a passos largos para consolidar a prática sistemática de destruição de todo um sistema de saúde”.

A nota pede que o Ministério da Saúde endosse recomendação da Comissão de Incorporação de Tecnologias ao Sistema Único de Saúde (Conitec), formada por especialistas, para rejeitar o uso de medicamentos sem eficácia contra a doença.

Mais lidas
Últimas notícias