André Mendonça continuará sendo fritado por Davi Alcolumbre

Denúncia de rachadinha no seu gabinete impede o senador de ceder às pressões de Bolsonaro

atualizado 31/10/2021 9:07

Igo Estrela/Metrópoles

Era só o que faltava para Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, atingido pela denúncia de ter empregado seis mulheres como funcionárias fantasmas no seu gabinete e subtraído cerca de 90% dos seus salários num esquema de rachadinha.

Como, depois disso, ele poderia recuar da decisão de não pôr em votação o nome de André Mendonça indicado pelo presidente Jair Bolsonaro para ministro do Supremo Tribunal Federal? Agora é que não cederá mesmo às pressões de Bolsonaro e de muitos senadores. Ficaria mais fraco do que já está.

Vai continuar negando que fez o que as mulheres contaram. E a dizer que não passa de vítima de “uma orquestração” política e diabólica para destruir sua reputação.

Últimas do Blog