Blog com notícias, comentários, charges e enquetes sobre o que acontece na política brasileira. Por Ricardo Noblat e equipe

18 anos Blog do Noblat

Deputado que apalpou deputada é candidato, incólume a tudo que ocorreu

Expulso do Cidadania após o episódio, Fernando Cury conseguiu guarida no União Brasil, onde está boa parte da bancada bolsonarista

atualizado 29/09/2022 12:01

Fernando Cury apalpa Isa Penna na Alesp Reprodução

O deputado estadual Fernando Cury, do União Brasil, é candidato à reeleição ao cargo na Assembleia Legislativa de São Paulo. O parlamentar protagonizou um episódio nada honroso no final de 2020, quando foi flagrado por câmeras do plenário apalpando a deputada Isa Penna, do PSol. 

O caso repercutiu, Cury foi expulso do seu então partido, o Cidadania, e conseguiu salvar seu mandato, apesar do tamanho da quebra de decoro que protagonizou. 

A Assembleia não cassou seu mandato. O suspendeu do mandato por seis meses. Ele retornou em outubro do ano passado. No Conselho de Ética, Cury pediu desculpas a Penna “por qualquer tipo de constrangimento e por qualquer tipo de ofensa” que tenha lhe causado.

O Tribunal de Justiça aceitou denúncia contra o deputado no final do ano passado e reconheceu a existência de fortes indícios de prática de ato libidinoso sem consentimento.

O deputado segue em campanha, mas seu material, claro, nem lembra esse triste episódio. Ele está numa coligação que apoia Rodrigo Garcia, do PSDB, para o governo de São Paulo. Nas suas redes, na propaganda eleitoral,  tem fotos de criança, projetos que aprovou e apresentou compromissos que assumiu com a assistência social, o agronegócio e a saúde pública.

 

Últimas do Blog