*
 

Considerada a solução para os problemas da saúde no Distrito Federal – depois que o próprio governo desistiu de implantar as organizações sociais – o projeto do Executivo que cria o Instituto Hospital de Base (PL nº 1.486/17) terá sua análise adiada mais uma vez na Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF).

A reunião extraordinária da Comissão de Educação, Saúde e Cultura (Cesc), onde a proposta tramita no momento, não acontecerá mais nesta quarta-feira (26/4). A alegação do colegiado é de que os deputados da base governista Juarezão e Luzia de Paula (ambos do PSB) estarão em outra comissão no mesmo horário, o que impossibilita a reunião da Cesc.

Essa é a última comissão da CLDF a apreciar a matéria. Três dos cinco integrantes do colegiado são contrários à proposta. Isso não impede, porém, que o projeto seja encaminhado ao Plenário. Mas seria, na avaliação do presidente da Cesc, Wasny de Roure (PT), um duro golpe na imagem da atual gestão do Governo do Distrito Federal.

O que eles querem é adiar o quanto mais a apresentação do relatório para que o projeto do governo seja analisado pela Cesc em Plenário. Eu estou notificando todos os membros da comissão e seus respectivos suplentes para que eles digam o melhor dia para levarmos a matéria ao debate. Estando ou não o relator na comissão, nós vamos votar"
Wasny de Roure, presidente da Cesc

Manobra
A deputada Luzia de Paula nega que a ausência dela e de seu colega de partido faça parte de uma tática para levar a matéria direto ao Plenário. “Eu sou a presidente da Comissão de Assuntos Sociais (CAS) e o Juarezão é o vice-presidente. Essa data já estava reservada para nossa reunião de forma ordinária, desde a primeira sessão após a eleição das comissões. Por esse motivo não poderemos estar presentes”, justificou a socialista.

Relator do PL que cria o Instituto Hospital de Base, Juarezão não compareceu às duas últimas reuniões da Comissão de Educação, Saúde e Cultura, onde deveria ter apresentado sua análise sobre o tema. Por esse motivo, Wasny de Roure já havia avisado que, independentemente da presença do relator, a matéria seria apreciada nesta quarta-feira. Com o adiamento, o projeto do Instituto Hospital de Base fica parado na Casa por pelo menos mais uma semana.

O deputado Juarezão, por meio da sua assessoria, afirmou que seu parecer já foi entregue há uma semana, e que está disponível no sistema interno da Câmara Legislativa. Já a Secretaria de Saúde disse apenas que aguarda a avaliação do PL na Cesc.

 

 

COMENTE

hospital de basedeputados distritaisCLDFwasny de roureLuzia de PaulajuarezãoInstituto Hospital de Base
comunicar erro à redação