*
 

O Ministério da Educação (MEC) autorizou, nesta quarta-feira (6/9), a liberação de R$ 23,1 milhões para a Universidade de Brasília (UnB) e o Instituto Federal de Brasília (IFB). As duas instituições tiveram o orçamento reduzido durante este ano e têm feito manobras para manter as atividades regulares.

O valor liberado pelo MEC corresponde ao repasse financeiro para as instituições e ao aumento de 5% no limite de empenho do orçamento para custeio e investimento. A UnB recebeu R$ 20,7 milhões e o IFB, R$ 2,54 milhões.

No total, nesta quarta, o MEC liberou R$ 1 bilhão para universidades e institutos federais em todo o país.

Contenção de gastos
Tanto a Universidade de Brasília quando o Instituto Federal de Brasília têm enfrentado um ano difícil. Na UnB, o orçamento foi reduzido em 45% e os cortes de gastos atingiram, principalmente, contratos com os funcionários terceirizados. Pelo menos 300 foram demitidos nos últimos meses. Os cortes também atingiram o Restaurante Universitário, que teve de reduzir porções e eliminar itens.

Já o IFB perdeu cerca de 25% de seu orçamento anual e também precisou reduzir o número de funcionários terceirizados. Servidores chegaram a ter de fazer vaquinhas para resolver pequenos problemas de manutenção nos campi da instituição.

 

 

COMENTE

MECUnBIFBliberação de recursos
comunicar erro à redação