*
 

A Secretaria de Comunicação Social (Secom) da Presidência da República, por meio de nota, informou que o presidente Michel Temer não cogitou ir ao velório coletivo das vítimas do acidente aéreo na Colômbia.

A notícia de que Michel Temer iria à cerimônia foi divulgada pela Chapecoense, na manhã desta quinta (1º/12). A presença do presidente, por questões de segurança, limitaria a participação dos torcedores no velório coletivo.

Na nota, a Secom esclarece que o presidente receberá os corpos das vítimas no aeroporto de Chapecó (SC). No local, ocorrerá uma homenagem militar.

O clube organiza um velório coletivo de 51 pessoas entre jogadores, comissão técnica e jornalistas que morreram no acidente aéreo na Colômbia. Eles esperam mais de 100 mil pessoas na Arena Condá.

 




 

COMENTE

ChapecóChapecoenseColômbiaMichel Temer
comunicar erro à redação