*
 

O Ministério Público do Rio de Janeiro mandou uma equipe de peritos do Grupo de Apoio Técnico Especializado (Gate) examinar o estado de saúde do ex-governador do Rio de Janeiro Anthony Garotinho, preso na quarta-feira (16/11). O juiz eleitoral Glaucenir Silva de Oliveira, de Campos, suspeita da idoneidade do médico Marcial Raul Uribe, responsável por cuidar de Garotinho.

No despacho feito pelo juiz, Glaucenir afirma que Uribe já havia sido excluído dos quadros do Ministério da Saúde por ato de improbidade administrativa. Além disso, o juiz afirmou que o médico conseguiu o cargo por indicação política, sem concurso público.

O ex-governador foi preso pela Polícia Federal sob a acusação de usar programas sociais para comprar votos. Após a prisão, ele ficou sozinho em um quarto no hospital, quando chegou ao local após ter sido preso pela Polícia Federal e ter passado mal.

Ele foi submetido a exames que mostraram alterações cardíacas e a equipe médica indicou que ele passasse por um cateterismo.

Confira o despacho:

Reprodução Reprodução  

 

COMENTE

Garotinho
comunicar erro à redação