Pai é condenado a mais de 30 anos de prisão por matar filha no Paraná

Luiz Carlos Nadolny está preso desde época do crime. Ele confessou o crime e que a motivação foi fútil

atualizado 11/06/2021 15:04

Reprodução/Facebook

O pai da terapeuta ocupacional Aline Miotto Nadolny, de 27 anos, morta no dia 6 de junho de 2019, foi condenado a mais de 30 anos de prisão, em júri popular na noite desta quinta-feira (10/6), pela morte da própria filha.

O corpo da vítima foi localizado, na época, em frente a Colônia Penal Agrícola, em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba.

Leia mais em Banda B, parceiro do Metrópoles.

Últimas notícias