Mulher é chicoteada com fio elétrico pelo marido em frente ao filho

“Quando engravidei, achei que ele ia mudar, mas piorou. Qualquer coisa era motivo para tomar porrada”, disse ela

Reprodução/ FacebookReprodução/ Facebook

atualizado 15/02/2019 19:30

Um marinheiro de 33 anos é considerado foragido da polícia após ser acusado de chicotear a esposa, de 28 anos, com um fio elétrico em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro. Um mandado de prisão temporária foi expedido contra Uelinton Oliveira no dia 8 deste mês.

A vítima, que não quis se identificar com medo de represálias, afirmou ao UOL que as agressões começaram depois de uma discussão. “Ele não estava nem aí, fez uma chave de pescoço, me empurrou pro chão e continuou me chicoteando enquanto me sufocava”, disse a mulher. O filho do casal, de apenas 8 meses, estava no local do crime, ocorrido em 3 de fevereiro.

Ela ainda contou não ter sido a primeira que apanhou do marido. “No começo, não era assim. Mas, quando casei, fui vendo. Cheguei a sair de casa. Dei a segunda chance, ele me manipulou e começou tudo de novo, os espancamentos eram constantes”. Além disso, o acusado fez com que a esposa se afastasse de todos os parentes por anos.

“Quando engravidei, achei que ele ia mudar, mas ele piorou. Qualquer coisa era motivo para tomar porrada”, disse ela. Foi a irmã da vítima quem relevou o caso em uma rede social. No dia seguinte ao espancamento, a jovem denunciou o agressor e saiu da cidade.

Últimas notícias