Cantor é condenado a 30 anos de prisão após matar namorada a facadas

O artista sertanejo cometeu o crime na frente da mãe da vítima, em 2018

ReproduçãoReprodução

atualizado 02/10/2019 15:38

O cantor sertanejo Antônio Marcos Bueno foi condenado a 30 anos de prisão após ser acusado de assassinar a namorada, Camila Lourenço, de 32 anos, a facadas. O crime ocorreu em abril de 2018; Bueno desferiu 10 facadas no corpo de Camila.

O julgamento do acusado ocorreu no Fórum de Araraquara, em São Paulo, na terça-feira (1º/10/2019). Segundo o jornal local da EPTV, parentes e amigos da vítima se reuniram em frente ao fórum.

Izabel Cristina Lourenço, mãe de Camila, desabafou à emissora. “Minha filha era uma menina muito doce, muito família, amiga e o que a gente quer é só justiça”. Bueno cometeu o assassinato na frente de Izabel.

Após o veredicto, Bueno foi condenado por homicídio, feminicídio, por motivo torpe e meio cruel. Ele ficará em regime fechado. No julgamento, a defesa de Bueno alegou legítima defesa, mas não convenceu o júri popular.

“Hoje vamos dormir sabendo que a alma dela [Camila] está descansando e sabendo que a justiça foi feita”, declarou a irmã, Valéria Diogenes Lourenço.

Últimas notícias