O melhor do México: experimentando o pulque, o mezcal e a tequila

Dando sequência em meu passeio pelo país, agora desbravo alguns dos principais símbolos culturais nacionais

iStock

atualizado 01/11/2019 13:15

A comida e a bebida de cada país trazem consigo um universo de costumes, ideias e valores. No México, três bebidas representam a cultura nacional: o pulque, o mezcal e a tequila.

Muito antes da chegada dos espanhóis, os povos da região central do atual México já consumiam o pulque, uma bebida fermentada (não destilada) produzida a partir da seiva do maguey, que apesar da aparência não é um cacto, mas sim da família das agaves.

Quando a planta, com cerca de 10 anos, atinge a maturidade e está prestes a florescer, o tlachiquero (responsável pela extração) retira a parte onde ocorreria a floração, no “coração” da planta. Isto faz com que o maguey produza ainda mais suco natural, chamado de aguamiel, a partir do qual se faz o pulque.

Após cerca de um mês, este “coração” é escavado e a partir daí, durante até seis meses, serão retirados quatro litros diários de aguamiel. Esse líquido será fermentado em barris de madeira e terá um teor alcoólico similar ao de uma cerveja.

Existem várias lendas sobre a bebida dos deuses e seus benefícios para a saúde. Destacam-se os efeitos diuréticos e digestivos; o combate no tratamento de anemia; ajudaria as mamães na produção de leite e por último, mas não menos importante, que seria um viagra natural. Os mexicanos costumam dizer que o pulque “o homem prova e a mulher o comprova”. Vou experimentar, mas apenas porque é diurético.

0

PARA TODO MAL, MEZCAL! PARA TODO BEM, TAMBÉM!

Existem mais de vinte variedades de agave que podem produzir o mezcal e conforme o método de destilação ou das frutas ou ervas que são acrescentadas teremos uma variedade de mezcales.
Só é utilizado o coração do agave, uma pinha semelhante a um grande abacaxi, que é cozida, e depois de desfiada e prensada, é fermentada e destilada, ficando com um teor alcoólico entre 31 e 55º. Hoje, Oaxaca é a região com a maior produção de mezcal.

O MEZCAL É UMA BEBIDA CAÍDA DO CÉU

Diz a lenda que em uma noite de tempestade um raio caiu num agave, cozinhando a planta e assim a mãe natureza apresentou aos nativos a primeira parte do processo de elaboração do mezcal.

TEQUILA É MEZCAL, MAS MEZCAL NÃO É TEQUILA

O processo de elaboração da Tequila é o mesmo do mezcal, mas pode ser utilizada apenas uma espécie de agave, o azul. Ainda são realizadas duas ou três destilações até o produto final.

EXISTEM DOIS TIPOS DE TEQUILA: AS 100% AGAVE AZUL E AS OUTRAS

Mas como o que era apenas uma bebida regional, do pueblo de Tequila, no estado de Jalisco (região que produz a melhor tequila), se converteu em um símbolo do México? Talvez o que possa explicar esta representação da bebida como símbolo cultural do país seja a sua origem mestiça, fruto de várias culturas, agave americano, destilação trazida pelos espanhóis que, por sua vez, a aprenderam com os árabes. Bem à semelhança desta nação que nasceu da miscigenação de diversos povos nativos e os colonizadores espanhóis.

PRIMEIRO, COM ÁGUA!
DEPOIS, SEM ÁGUA!
E AO FINAL, COMO ÁGUA!

Uma outra lenda diz que a tequila 100% de agave não dá ressaca alguma. Mas, posso afirmar, jurando pela Virgem de Guadalupe, que quem afirma tal coisa está mentindo ou vendeu a alma ao diabo. A ressaca é como uma passagem pelo inferno, sendo, no melhor dos casos, pelo purgatório.

Sendo assim, vamos, com a devida moderação, ao ritual para beber a tequila igual a um mexicano.

1º Passo: Preparação.
• A tequila já deverá estar servida em um copinho, o caballito.

• Uma fatia de limão deverá estar ao lado.

• Coloque sal no dorso da mão esquerda.

2º. Passo: O ritual.
• Aproxime a mão com o sal da boca. Com a mão direita dê uma batida na mão esquerda para que o sal salte para o boca dando assim início ao ritual.

• Chupe o limão.

• Segure o copo com a mão que quiser.

3º Passo: O brinde.

• Diga em voz alta as seguintes palavras:
ARRIBA! ABAJO! AL CENTRO! E ADENTRO (Acima, abaixo, para o centro e para dentro).
Depois de algumas doses pode se acrescentar um movimento sexy dos quadris.

4º Passo: BEBER!
• Termine batendo o copo na mesa, mas veja primeiro se o tampo não é de vidro.

Pronto! Após a primeira garrafa de tequila você já estará hablando um espanhol perfecto.

0
Últimas notícias