*

Camisetas dry fit, meias de compreensão, tocadores de músicas de última geração. Quando o treino começa e os primeiros quilômetros ficam para trás, de nada valem os acessórios mais cobiçados se o corredor não tiver um tênis específico para suprir as suas necessidade no asfalto. Independentemente da marca, um bom modelo pode fazer toda a diferença durante a atividade física, trazendo melhorias ergonômicas e conforto para o atleta.

Além do visual – sim, eles estão cada vez mais coloridos e “cool”-, a escolha do produto deve ser pautada por critérios que atendem às especificidades de cada pessoa. “É fundamental que o corredor iniciante leve em consideração o tipo de pisada (neutra, pronada e supinada), pois isso é o princípio básico do conforto do corredor. Além disso, o cabedal tem um papel importante no suporte, respirabilidade e adaptação dos movimentos do pé”, explica o gerente da Adidas Running no Brasil, Vitor Rigobello.

A entressola é outro forte elemento para se ter em consideração, levando em conta se o corredor procura amortecimento, leveza ou estabilidade."
Vitor Rigobello

Quem procura focar em distâncias curtas e deseja melhorar o tempo durante uma prova pode optar por calçados que utilizam materiais leves e com menos amortecimento. Isso faz com que o tempo de contato com o solo seja menor. Já aqueles que preferem se aventurar em distâncias mais longas devem escolher modelos que privilegiam o amortecimento e com suporte para a pisada. Isso proporciona segurança e conforto ao corredor.

Veja, a seguir, uma lista com boas opções disponíveis no mercado e saia correndo com estilo e sem medo de estar colocando a musculatura e as articulações em risco.



COMENTE

 
corrida de rua

Leia mais: Vitrine