Vai viajar ao exterior? Prazo entre doses de vacinação pode ser menor

O Ministério da Saúde emitiu nota técnica reduzindo o prazo para vacinação

atualizado 27/10/2021 10:15

Viagem aeroporto pernasGetty Images

O Ministério da Saúde emitiu nota técnica reduzindo o prazo para vacinação para viajantes que necessitam comprovar que estão imunizados para viajar ao exterior. O documento diminui o prazo para aplicação das primeiras doses e também da dose de reforço, que está sendo aplicada em quem já tomou duas doses da Coronavac.

O documento autoriza a redução do intervalo mínimo entre as duas primeiras doses da vacina da Pfizer para 21 dias e da AstraZeneca para 28 dias. Além disso, poderá também ser reduzido o intervalo entre a segunda dose da Coronavac e a dose de reforço. Atualmente a terceira dose está sendo aplicada com intervalo de 6 meses da segunda dose, mas ele pode cair para 28 dias, caso seja comprovada a necessidade da vacina para viajar.

Cabe lembrar que a nota técnica apenas autoriza estados e municípios a aplicarem estes intervalos menores, se assim entenderem que devem proceder. Os critérios de aplicação (ou não) vão depender de cada local, que também deverão estabelecer os meios de comprovação da necessidade do intervalo menor.

Continue lendo no site Melhores Destinos, parceiro do Metrópoles.

Mais lidas
Últimas notícias