Quatro lojas colaborativas para conhecer (e se apaixonar) em Brasília

Espaços comerciais compartilhados despontam como uma boa e vantajosa alternativa para pequenos empreendedores locais

atualizado 20/04/2021 11:34

Brooklyn com espelho de neonReprodução / Instagram

Se você já entrou em uma loja colaborativa, sabe bem que diversidade e coletividade são palavras que definem bem a alma desse tipo de negócio. O objetivo principal desses espaços compartilhados é apoiar e valorizar de forma mais democrática a economia criativa e a produção local, oferecendo ao público uma experiência única e divertida de compra.

Geralmente, diversas marcas alugam nichos dessas lojas para expor seus produtos e mercadorias. A iniciativa acaba se mostrando uma boa e vantajosa alternativa para os pequenos empreendedores, já que não precisam gastar tanto com um ponto comercial próprio, nem administrar um negócio físico com uma equipe de funcionários.

Confira algumas lojas colaborativas e separe um tempo da sua agenda para conhecê-las!

Endossa

Qualquer pessoa pode vender e a curadoria é feita pelo público. Esse é o fundamento da Endossa, uma das maiores lojas colaborativas da cidade. A franquia nasceu em São Paulo, mas só chegou a Brasília em 2012, a partir do desejo de Victor Parucker, Luana Isidro e Maíra Belo de valorizar a produção local de forma criativa. A iniciativa é uma verdadeira miscelânea: são mais de 180 marcas que passeiam pela arte,  papelaria, cosmética natural, joalheria e design.

Hoje, a rede da cidade conta com três lojas físicas – na Asa Norte, Asa Sul e no shopping CasaPark. Até o momento, mais de 3.000 marcas e fornecedores já passaram pelas “caixinhas” da Endossa, que estão em constante renovação.

Onde fica: CLN 310 Bloco C, Loja 20, Asa Norte
CLS 306 Bloco A, Loja 30, Asa Sul
Saiba mais: @endossabsb

0
Brasília Design

Nascida em 2015, a pop-up store Brasília Design é um canal de comercialização da produção do design autoral local, reunindo marcas de mobiliário, joalheria e objeto da cidade. A iniciativa é capitaneada pela turismóloga, curadora e diretora de arte Patrícia Herzog, que já acumula outros cases de sucesso quando o assunto é posicionar a capital como um potente destino turístico.

Hoje, além de loja, a Brasília Design também é uma plataforma colaborativa de fomento da cadeia produtiva do design brasiliense, encurtando distâncias entre os profissionais do segmento por meio de feiras, mostras e exposições.

Onde fica: Shopping Liberty Mall (SCN Qd. 2 Bloco D Setor Comercial Norte – 1º piso)
Saiba mais: @brasiliadesign____ (Instagram)

0
Brooklyn

Inaugurado há pouco mais de um ano e inspirado no descolado distrito nova-iorquino que o batiza, o complexo Brooklyn finca na cidade mais um reduto de arte, cultura e gastronomia. Um dos trunfos do espaço, comandado por Chicco Aquino, Camila Jun, Naor Luna, Flavio Mafra e Carlos Alberto Ferreira, é justamente a loja colaborativa, que reúne roupas, itens de moda, peças de design e artigos de decoração para lá de hipsters.

Onde fica: SCRN 706 / 707 Bloco C, Asa Norte
Saiba mais: @brooklynbsb (Instagram)

0
Cobogó Mercado de Objetos

Mariana Dap e PH Caovilla adotaram a esquina da 704/705 Norte e, sob a sombra de uma gameleira colossal, ergueram o Cobogó Mercado de Objetos. O espaço retrô, que conta com um café pra chamar de seu, reúne uma coleção vasta de produtos locais descolados e originais, fruto do garimpo atento do casal: são itens artesanais e de design, objetos decorativos para casa, bijuterias, souvenirs, muitas plantas e toda sorte de mimos vintage.

Onde fica: SCRN 704/705 Norte Bloco E Lojas 51/56, Asa Norte
Saiba mais: @mercadocobogo

0

Mais lidas
Últimas notícias