Ousada! Livro revela que rainha Elizabeth II sonhava em fugir para se casar

O manuscrito foi produzido por amiga de infância da monarca e estará disponível para venda em e-commerce no mês que vem

atualizado 22/09/2020 20:10

Príncipe philip e Rainha Elizabeth II@ascotracecourse/instagram/reprodução

Antes de assumir o trono do Reino Unido, em 1952, a rainha Elizabeth sonhava em fugir para se casar longe da realeza. O segredo foi revelado em diário escrito na década de 1940 por uma amiga de infância da monarca, a britânica Alathea Fitzalan Howard, já falecida.

Alathea conheceu a rainha e sua irmã, a princesa Margaret, em 1940, e registrou os detalhes íntimos da vida na realeza durante cinco anos. As histórias estão presentes no livro The Windsor Diaries 1940-45, que estará disponível para compra a partir de 8 de outubro por £ 25,  equivalente a R$ 174.

Na obra, não ficou explícito se o pretendente a quem Elizabeth se referia era o príncipe Philip, com quem namorava naquele ano e casou-se em 1947.

“Ela disse que se perguntava se algum dia se casaria, e eu assegurei que sim. Ela afirmou que se realmente quisesse se casar com alguém, fugiria, mas eu sei que ela realmente não iria. Seu senso de dever é muito forte”, escreveu Alathea, em trecho publicado pelo The Sun.

A autora também contou sobre como Elizabeth se sentia em relação à aparência durante a adolescência. Segundo ela, a rainha não atendia aos padrões de beleza da época antes de completar 15 anos.

“Lilibet está na idade ruim agora, um pouco gorda e seu rosto inchado no queixo e um pouco impassível, embora, muitas vezes, pareça muito bonita e animada”, disse, referindo-se a Elizabeth por meio de um apelido carinhoso.

0

 

Últimas notícias