Xô, azia! Dez dicas para aliviar o incômodo na gravidez

Dor no peito e ardência na garganta são alguns dos sintomas associados a azia

GETTYIMAGES

atualizado 04/03/2020 19:26

Durante a gravidez, o corpo da mulher sofre mudanças hormonais que, entre outras alterações no organismo, retardam a digestão. Essa desaceleração pode causar refluxo de líquido do estômago para o esôfago, causando azia na gravidez. Mais da metade das mulheres grávidas relatam os sintomas desagradáveis desse período, com uma incidência que aumenta progressivamente do primeiro ao terceiro trimestre.

Felizmente, pequenas mudanças no estilo de vida são suficientes para combater esse incômodo e, para os casos mais difíceis, estão disponíveis medicamentos, sem contra-indicações para a futura mãe.

Principais causas

A azia ocorre durante a gravidez por dois motivos principais:

Progesterona: a placenta produz um hormônio chamado progesterona, que relaxa os músculos do útero. Esse hormônio também relaxa o esfíncter que separa o esôfago do estômago. Por isso, a acidez gástrica pode subir até a garganta, o que cria essa sensação desagradável de queimação.

Útero: à medida que a gravidez avança, o bebê exerce uma pressão crescente sobre o sistema digestivo. O útero empurra o estômago e pode causar refluxo ácido.

Continue a leitura, no blog Mil Dicas de Mãe.

Últimas notícias