Leite fraco? Conheça os principais mitos sobre aleitamento materno

Apesar do alimento ser importante para bebês até 6 meses de vida, existe muita desinformação a cerca do tema

iStock/Foto ilustrativa

atualizado 30/06/2020 12:12

O leite materno é o alimento mais importante para o bebê. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que todos os bebês recebam apenas leite materno até os 6 meses de vida. Essa orientação é baseada em uma série de pesquisas sobre o tema que apontam benefícios de saúde para o filho e para a mãe.

Apesar da disseminação de informações na web, ainda há muitos mitos que cercam o tema. Pensando em esclarecer alguns deles, o blog Mil Dicas de Mãe, parceiro do Metrópoles, elaborou uma lista.

Confira!

Não existe “leite fraco” e nem mulher que produz “leite fraco”
Todo leite materno é completo e é o único alimento que o bebê precisa até os 6 meses de vida. Esse mito da fraqueza do leite tem relação com a máfia dos alimentos complementares que atingiu, inclusive, os médicos pediatras, que muitas vezes recomendam a inclusão de outras substâncias no período do aleitamento materno exclusivo.

Se o leite não for dosado, ele vai acabar
É um mito que o leite precisa ser dosado porque ele “vai acabar”. A produção do leite ocorre de acordo com o estímulo que o bebê faz no corpo materno durante as mamadas. Ou seja, quanto mais estímulo o corpo receber nas mamadas, mais leite será produzido.

Para continuar a leitura, acesse o blog de maternidade.

Últimas notícias