*

A atriz Mila Kunis participou de um painel sobre a inclusão de mulheres em Hollywood organizado pela revista Variety. De acordo com norte-americana, a vantagem de trabalhar com outras mulheres em uma produção é que o set de filmagens é bem mais tranquilo e sem gritaria.

“Há uma diferença bem grande”, disse Mila. “Ninguém fica gritando uns com os outros, ninguém fica bravo, não há gritaria generalizada. Dá 19h, tchau, casa. Conseguia ver meus filhos na hora do jantar. Foi maravilhoso”, comentou sobre a produção de Minha Ex é um Espião, que estreia nos cinemas brasileiros em 23 de agosto e foi dirigida por Susanna Fogel.

Conforme sugeriu a intérprete de Meg Griffin na animação Uma Família da Pesada, a melhor forma de ajudar a melhorar a representatividade em Hollywood é fazer com que as mulheres passem a contratar outras.

“É simples. Só dar oportunidades para outras mulheres e criar uma cultura que as coloque em posição de decisão nos estúdios. Muitas das mulheres que hoje comandam estúdios, não ‘mandam’ de verdade, sempre têm uma estrutura em volta dela só de homens”, pontuou.



COMENTE

 
cinemamila kunisrepresentatividade

Leia mais: Feminismo