Entenda os perigos e como fugir de ciladas ao usar cremes depilatórios

Prático, indolor e para ser feito em casa, o produto pode ser perigoso quando não tomado os devidos cuidados. Entenda

atualizado 19/07/2021 9:26

Creme depilatórioFoto: Divulgação

Aplicar, esperar alguns minutinhos e ver os pelos sumirem como em um passe de mágica. Apesar da ideia parecer simples, a depilação com cremes pode ser perigosa para a saúde da pele. Composto por um conjunto de produtos químicos, o creme depilatório costuma trazer riscos para quem tem peles sensíveis ou não segue o modo correto de utilizá-lo.

“Esses produtos agem por meio da destruição da estrutura das proteínas do pelo, ou seja, a queratina. Portanto, há quebra de integridade do pelo, que se parte pela raiz, permitindo que seja facilmente removido com uma espátula”, explica a dermatologista membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) Cláudia Maia.

Apesar de não serem a opção mais duradoura e eficaz contra os indesejados pelinhos, a proposta se torna atraente porque seu uso é indolor, diferentemente da cera. Muitos ainda prometem ação hidratante – um ponto à frente das lâminas, que irritam a pele. No entanto, é preciso se atentar a alguns detalhes. As reações aparecem, principalmente, quando “o uso é feito de forma errada, ou em peles sensíveis, sensibilizadas ou com ferimentos”, explica a especialista.

0
Quais os riscos?

O mau uso pode ocasionar irritações, infecções, alergias e até mesmo queimaduras. Para evitar, é preciso identificar o tipo de pele que você tem e, principalmente, se não apresenta alergia a algum dos compostos químicos informados na embalagem do produto.

A principal reação relatada por quem já teve problemas com cremes depilatórios é a dermatite de contato irritativa, que causa ardor e vermelhidão na região aplicada. Geralmente, isso acontece quando o tempo de uso do produto na pele é ultrapassado.

Na intenção de contornar tais reações, Cláudia aconselha:

  1. Antes de aplicar o produto, escolha uma região menor, como o antebraço, para fazer o teste de sensibilidade e confirmar se não há alergia ao produto que contraindique o uso;
  2. Aguarde em torno de 24 horas para que possa descartar tal alergia;
  3. Fique atenta à data de validade.

“​​Quando utilizado errado ou fora da validade, ele tende a causar queimaduras na pele. Caso sua pele tenha sido queimada, trate com substâncias que acalmem o ferimento e após isso, dê o tempo necessário para que ela se recuperar”, alerta a especialista. Também é preciso se conter às áreas para as quais o creme é indicado na embalagem. Por exemplo, se você comprou para a região da virilha, ele não deve ser aplicado no rosto.

Reações graves

Recentemente, uma nutricionista usou suas redes sociais para relatar problemas com o uso de creme depilatório. Em seu Instagram, Caroline Corrêa Alves alegou que o composto químico teria entrado em sua corrente sanguínea. O resultado? Queimaduras em toda sua pele, além de queda de cabelo e pelos de seu corpo.

Entre as reações, Caroline ainda contou que perdeu a visão e a sensibilidade dos membros superiores por mais de 12 horas. “Eu fico muito cansada o tempo todo e tenho crises de pânico diariamente”, disse a nutricionista no vídeo postado no Instagram. Ainda de acordo com a postagem, Caroline precisa tomar remédios todos os dias para controlar a alergia e as crises de pânico e depressão que o creme causou.

Confira o vídeo:

Quer ficar por dentro das novidades de astrologia, moda, beleza, bem-estar e receber as notícias direto no seu Telegram? Entre no canal do Metrópoles: https://t.me/metropolesastrologia

Mais lidas
Últimas notícias