*

Uma das épocas mais festivas do ano se aproxima: o Natal. Além das celebração em família, esse fim de ano é um verdadeiro paraíso para quem curte decoração e deixar a casa toda enfeitada. Você ainda está sem ideias? Nada de desespero. Com paciência, criatividade e uma boa dose de inspiração, é possível deixar qualquer cantinho bem natalino.

Pensando nisso, o Metrópoles foi atrás de cinco lindos locais para inspirar quem está atrasado ou querendo dar um up na decoração. As proprietárias das casas contam um pouco suas histórias com o feriado e ensinam alguns truques.

Confira:

Árvore nevada

As tradições de Natal na família de Kely Pinheiro, 39 anos, são fortes. Desde que casou, há 12, ela tem o costume de preparar a casa toda para as festas usando tons clássicos, como vermelho e dourado. Em 2018, a empresária da Bella Fiore decidiu inovar e apostou em uma árvore branca com detalhes metálicos.

Apesar da nova cor, muitos adornos continuam os mesmos por um motivo sentimental. “Quando viajamos em família, sempre compramos enfeites e acho legal porque contam um pouco da nossa história”, diz. Os outros acessórios foram adquiridos em feiras artesanais e grandes lojas.

As principal dica de Kely é comprar uma árvore de Natal não muito grande. “Se ela é mais próxima do chão, não fica parecendo ‘pelada’ embaixo, a estrutura fica mais bonita. Primeiro coloco as lâmpadas, depois as bolas maiores, laços e finalizo com os enfeites menores”, orienta. A especialista também indica uma padronagem de cor, como vermelho e verde ou prata e dourado para guiar a decoração.

Apartamento festivo

A publicitária Maristela Neves, 59, costuma eleger temas para tornar os ambientes mais natalinos. Neste ano, ela optou por um mix de estilos rústico, tradicional e sofisticado. “Escolhi as cores vermelho, verde e dourado como as principais. A partir daí, montei a decoração principal – a da sala”, conta.

Depois de montar parte dos enfeites, a publicitária pendurou uma guirlanda – ela produz uma diferente a cada Natal – e espalhou mais adornos pela casa. “Alguns objetos têm valor afetivo e, por isso, são mais especiais. Para a árvore, escolhi o tema pássaros”, revela.

Cidade de Natal

 

O que mais atrai olhares na decoração de Ana Borges Coelho Santos é uma minicidade de Natal construída em sua sala de estar. A tradição de criar a miniatura começou quando os três filhos ainda eram pequenos. “Comecei com uma casinha, um trenzinho e uma arvorezinha. As crianças gostaram e fomos aumentando”, fala.

A servidora do Ministério Público, 54, não tem uma peça favorita, ela adora o conjunto final. Apesar disso, confessa que alguns enfeites têm valor sentimental e destaca a miniárvore iluminada, por dar um ar bem festivo. “A decoração resume-se a carinho e paciência. O importante é a vontade de celebrar o Natal e espalhar a alegria.”

Tradicional

Carla De’Carli sempre foi apaixonada por Natal. Desde criança, ajudava nas decorações e festividades e, depois de adulta e morando fora do Brasil, adquiriu ainda mais gosto pelo feriado. A preferência da empresária de moda e gastróloga, 51, é pelo estilo tradicional.

Tons de vermelho, verde e dourado são atemporais e ganham vida na casa de Carla. Os adornos que permeiam todos os cômodos foram adquiridos aos poucos, em diversos países onde morou. “Minha inspiração na hora de decorar é pensar nos meus filhos. Os dois são crescidos e não estão mais no Brasil. Todo Natal eles voltam para cá e gosto de deixar tudo lindo, ajuda na saudade”, comenta.

Apesar da casa bem arrumada e com enfeites elaborados, Carla acredita que o significado do feriado é estar em família. “O principal é o espírito e a união. Trata-se de um momento de compartilhar amor e ajudar o próximo”, resume.

Cenário de filme

Villa Giardini criou dois ambientes que podem ser alugados para sessões de foto: o Jardim e o Palazzo. Na área externa, o local com clima bucólico e intimista oferece um chá de fim de ano a quem deseja confraternizar com a família, amigos e colegas.

Almofadas, livros e outros pequenos objetos ajudam a criar uma atmosfera intimista para o Palazzo. A ideia de Dhyana e Cauê Giardini, que assinam a decoração do projeto, é produzir um resultado fácil de ser replicado pelos clientes. A dica é combinar elementos orgânicos, como galhos e frutas, com acessórios da casa, a exemplo do abajur ou do relógio.