Décor afetivo: como fazer um quadro de memórias gastando pouco (ou nada)

Item de fácil execução e baixo custo fica super charmoso e pode ser usado para presentear alguém ou decorar o lar

atualizado 23/06/2020 12:25

Quadro de memóriasReprodução/Pinterest

Você é dessas pessoas que colecionam fotos e lembranças de viagens? Tem revisitado essas memórias com maior frequência durante a quarentena? Se a resposta for sim, saiba que há muito mais a fazer com sua coleção que olhá-la com saudade, enquanto lamenta os dias de isolamento.

Itens com valor afetivo têm ganhado cada vez mais espaço na decoração do lar.  Newton Lima, famoso designer de interiores brasileiro, chama esse movimento de “casa com alma”.

“Sentimentos e lembranças são muito particulares, não cabendo julgamentos sobre tais importâncias ou valores. A cômoda que herdamos dos avós, o vaso que trouxemos de viagem… E o quadro que foi pintado pelo sobrinho? Desde cedo somos introduzidos aos trabalhos manuais e aos conceitos de restauração – criamos, adaptamos e reaproveitamos. Então, a decoração vem para resgatar esses critérios de forma harmônica e ordenada”, disse à Casa Vogue.

0

Uma forma de incorporar esses itens ao décor é por meio de quadros decorativos, que podem embelezar a casa após uma rápida (e nada traumática) experiência Do It Yourself (DYI). Eles também são ótimas opções para presentear alguém importante.

Basta reunir fotos, pulseiras de shows, passagens aéreas, bilhetes de museu e outras memórias especiais, dispor sobre um fundo criativo e emoldurar.

O Metrópoles separou alguns tutoriais para te ajudar a viabilizar o projeto gastando pouco. É possível, inclusive, fazer a moldura de caixa de papelão. Confira:

Paulo Biacchi ensina a transformar caixa de papelão em moldura:

Marcelo Darghan ensina a fazer um quadro de memórias:

Sabrina Olivetti, do Coisas de Diva, mostra como viabiizar o projeto gastanto menos de R$ 20:

Últimas notícias