*

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, o Happn, criado em 2014, divulgou um levantamento mundial sobre como elas usam o aplicativo de paquera. Segundo a pesquisa, as brasileiras são as segundas que mais enviam charms e as quintas que mais enviam mensagens por dia. Em primeiro lugar ficam as turcas, seguidas das indianas, argentinas e espanholas.

E é durante a noite que as mulheres mais procuram paqueras — 22h é o horário de pico para as brasileiras. Fora os conterrâneos, os norte-americanos são os gringos preferidos (58%) da mulherada. O top 5 é fechado com britânicos (7%), portugueses (6%), australianos (5%) e franceses (4%).

O Brasil é o principal mercado do Happn, com 4,2 milhões de usuários ativos (Brasília é a terceira cidade com mais happeners) desde que desembarcou por aqui, em 2015. Como o Tinder, o Happn funciona tendo como base a localização de cada cliente. Os dois lados têm que se curtir para que o bate-papo comece e só se descobre quem te curtiu quando o interesse é recíproco. Outra opção é enviar um “charm”. A função notifica o/a paquera e apresenta o perfil do apaixonado.



COMENTE

 
pesquisarelacionamentos virtuaishappnsite de relacionamento

Leia mais: Comportamento