*

Diariamente, o brasiliense é obrigado a enfrentar a grande dúvida: qual será a temperatura do dia? Alguns dias são de extremo calor constante; outros, de frio, calor, frio, calor. Para piorar, nessa época de transição entre seca e chuva, a dúvida é ainda mais intensa.

Para este fim de semana, há previsão de chuva. Mas não desanime! Faça chuva ou faça sol, neste sábado e domingo Brasília te oferece opções que se enquadram em qualquer estação. Que tal uma limonada ao ar livre? Ou talvez, um curso criativo para descobrir talentos novos, conhecer pessoas e fazer proveito do tempo livre. Dá uma olhada em nossas sugestões.

Sábado não chove?
Então que tal aceitar o convite do Cobogó e comemorar o Dia da Árvore debaixo de uma das árvores mais antigas da Asa Norte? Com sombra e água fresca, o evento da loja promove ainda um esquema de “coisas de quintal” à venda. Fazendo jus à comemoração do dia, a promessa é de que vai ter muita coisa para os apaixonados por jardinagem em uma tarde regada a limonada gelada, música e objetos decorativos descolados. Acesse o evento para mais informações.

Reprodução/Facebook

Sábado chove?
O Espaço f/508 de fotografia vai ministrar um curso pra lá de criativo: Workshop e trip Diário de Viagem. Em uma era de registros feitos por celular, quantos ainda se preocupam em deixar o registro impresso? Certamente a ordem das fotografias impressas contam história. E é isso que os professores de fotografia Humberto Lemos e Raquel Pellicano vão tratar nas 17 horas de aula, espalhadas por todo o fim de semana.

O investimento é de R$ 640 e inclui aulas teóricas, um dia passeando por Brasília e arredores e fotografando, brunch, lanche e análise do material produzido. Acesse o site para mais informações.

 

E, para não dizer que não falamos de flores, a Pupila Experiências Criativas irá promover a oficina “Minha Casa Sempre Florida com a Moça do Buquê”. Com duração de três horas, o evento acontece no espaço da Cápsula Brasil Design Criativo, instalado dentro da mostra Casa Cor Brasília. Os ensinamentos virão da companhia Moça do Buquê. Bruna Pelegio e Sâmia Silveira irão ensinar a fazer arranjos com flores e folhagens variadas. Elas vão auxiliar na seleção das flores e folhas, como combiná-las e distribuí-las em um vaso. E, para melhorar, arranjo produzido fica com o aluno que o criou. O investimento é de R$ 200 e as inscrições podem ser feitas pelo site.

Divulgação

 

Domingo chove?
Se chover, não tem problema. O Petit Jardin, em parceria com a Pupila Experiências,  promove um curso prazeroso de produção de pequenos vasinhos para suculentas. Para isso, vão utilizar copinhos e potinhos descartáveis e fazer diferentes formatos de vasinhos. Outra técnica ensinada será a de concretagem. Todo o processo, desde a massa, o formato até o resultado final será trabalhado por cerca de três horas de seu domingo.

Divulgação

O melhor: o aluno recebe um kit do Petit Jardin para plantar sua minissuculenta. O evento acontece das 15h às 18h de domingo na Casa Cor Brasília. O investimento é de R$ 200. Acesse o site para se inscrever ou a página do Facebook para mais informações.

Agora, se preferir ficar em casa aproveitando a chuvinha, tire o último dia do fim de semana para você. Que tal usar esse tempo para se atualizar nas séries premiadas no Emmy Awards? Prepare um saboroso chocolate quente, com toques de laranja e conhaque, e se jogue nos episódios premiados. Elaboramos uma lista de três séries marcantes da premiação. Confira, espie e aproveite para iniciar seu novo seriado favorito.

  • Veep

Vamos começar pela comédia. O seriado americano “Veep” levou o prêmio de melhor série de comédia e conta a história de Selina Meyer, vivida pela cômica Julia Louis-Dreyfus, que faz o papel da vice-presidente dos Estados Unidos. O seriado trata a política de forma diferenciada, explorando o lado cômico de uma profissional um tanto quanto desastrada.

  • Downton Abbey

A atriz britânica Maggie Smith, no auge de seus 81 anos, foi premiada como melhor atriz coadjuvante em série dramática por Downton Abbey. O seriado conta a história de uma família rica em tempos de pré-naufrágio do navio Titanic, em 1912. A criadagem da família é vasta e possui um elaborado sistema hierárquico, que passa por criadas, lacaios e mordomos. Assim como a criadagem, a família também é grande e passa por muitos altos e baixos para aceitar a modernização dos tempos. O que melhor do que um drama britânico para passar o sábado?

  • The People v. O.J. Simpson: American Crime Story 

O seriado recebeu o troféu em cinco categorias: “Melhor série limitada (antiga categoria minissérie)” com a temporada “The People v. O.J. Simpson”, “Melhor roteiro para série limitada, filme para TV ou especial”, com D.V. DeVincentis, “Melhor ator coadjuvante em série limitada ou filme para TV” para Sterling K. Brown, “Melhor atriz em série limitada ou filme para TV” para Sarah Paulson e “Melhor ator em série limitada ou filme para TV” para Courtney B Vance. Acho que é convincente assistir ao episódio, não é mesmo?

A temporada mostra o caso de assassinato cometido pelo atleta americano O. J. Simpson à sua ex-mulher e a um amigo. O caso aconteceu em 1994 e foi um dos crimes mais popularizados da história dos Estados Unidos.

Domingo não chove?

Divulgação
Maravilha! Que tal apreciar os jardins do Centro Cultural Banco do Brasil enquanto aproveita uma extensa programação cultural, para finalizar a semana com chave de ouro? O Festival Funfarra começa ao meio dia, no CCBB, e traz nomes como Criolo, Discopéia, Funfa Jam, entre outros. A programação conta ainda com performances artísticas, pintura digital, de tela e mural, e vídeo projeção. Os ingressos custam R$ 40 e podem ser adquiridos on-lineAcesse o evento no Facebook para conferir a programação completa.



COMENTE

 
modaAgenda

Leia mais: Comportamento