Estou namorando, mas tenho um crush. E agora?

Segundo estudos, ter uma paixão platônica fora da relação não precisa ser necessariamente algo ruim para o casal

GETTYIMAGESGETTYIMAGES

atualizado 11/06/2019 18:38

A paixão é um sentimento que a gente não controla. Mesmo quando estamos em um relacionamento amoroso, sentir atração por um outro alguém é supernormal. É confortável e familiar e, de vez em quando, ansiamos pela emoção de algo novo em nossas vidas.

Pesquisas apontam que nossos cérebros gostam de ter e cultivar paixões. Mesmo que o crush não seja pelo companheiro ou companheira, esse fator não precisa ser necessariamente prejudicial ao relacionamento. “Contanto que o indivíduo mantenha o controle, não precisa se sentir culpado”, defende Sophia Benoit, colunista de relacionamentos da GQ.

Confira dicas sobre como isso pode ajudar em uma relação:

Guarde para si 
Você pode sentir vontade de contar ao seu parceiro por vários motivos. Talvez seja uma maneira de aliviar a culpa ou até porque vocês são o tipo de casal que não guarda segredos. Porém, se esse fator não for acrescentar nada de positivo na vida do seu companheiro, é melhor guardar para você.

O crush pode ajudar no relacionamento 
Como já dito, ter uma paixão é motivador. Passamos a cuidar melhor de nós mesmos, emocional e fisicamente. Ter um crush pode te dar uma sensação de renovação em vários aspectos da vida, o que é benéfico para você e para seu parceiro. E isso não significa apenas se vestir melhor ou comprar aquela roupa que apimente a relação. Essa situação também pode ser um sinal de algo faltando em seu relacionamento.

Arranje um tempo para pensar e ser honesto consigo mesmo sobre o que simboliza essa paixão inesperada por outra pessoa. Isso pode te motivar a ter uma conversa franca com seu parceiro e realçar o que realmente está faltando no relacionamento de vocês.

Mantenha limites 
Ter uma “queda” por outra pessoa é seguro, saudável e excitante. Porém, se você está se dedicando exageradamente a um relacionamento fantasma, isso pode afetar sua relação com o parceiro. É aconselhável prestar mais atenção em suas atitudes e não confundir fantasia com realidade.

É bom enquanto dura
Há sempre uma data de validade para uma “queda” por outra pessoa. A emoção de se sentir atraído por um ser desconhecido passa e, depois, a situação pode até parecer engraçada para você e seu parceiro. Portanto, não se preocupe, tudo que é saudável e tem um limite é válido.

Últimas notícias