*

A confusão entre Branka Silva, ex-mulher de Naldo, e Ellen Cardoso, a Moranguinho, nas redes sociais, já envolveu até o filho do cantor. Agora, chegou a vez de Naldo se pronunciar. Em um vídeo publicado no Youtube na noite dessa quinta-feira (1º/2), o cantor falou sobre as acusações da ex-mulher e contou que Moranguinho vai processá-la após ser chamada de prostituta.

“Entramos com um processo hoje de difamação e calúnia. Eu queria que ela me mostrasse quem foi que pagou para fazer programa com a Ellen? Temos oito anos juntos, e eu não tenho uma vírgula para falar da Ellen. Só ela que fala que a Ellen é prostituta. Isso não é verdade, e essa questão é muito ruim. Ellen já moveu um processo criminal contra ela”, afirma Naldo, no vídeo.

A acusação foi feita em um post de Branka, no Instagram, em que ela postou uma imagem em que Moranguinho aparece com um homem, que seria “apontado pela polícia como o chefão da prostituição de luxo em Angola”.

O cantor também disse que tem provas contra a ex-mulher de tentativa de golpe e estelionato por vender para duas pessoas um dos dois apartamentos que ele deu para ela.

 

Agressão
Na primeira parte do vídeo, Naldo falou da acusação de agressão feita por Moranguinho e reafirma que está arrependido do que fez. “Eu quero deixar bem claro o quanto eu tenho sofrido. Eu reconheço e também sofri com tudo isso. Acredito que em mulher não se bate nem com uma flor. Eu tenho pago um preço muito caro por isso, ando na rua com a cabeça baixa, tendo vergonha das pessoas. Hoje não posso olhar a minha mulher a hora que quero, não posso estar com ela, tê-la, vê-la. Não posso ver a minha filha no momento que eu desejo.”

Em seguida, ele diz que está se tratando. “Eu continuo buscando ajuda. Eu tinha uma doença, um problema no qual todos os dias eu acordo ciente de que eu tenho que curar isso e estar sempre em atividade contra esse mal. Continuo, sim, em Jesus. Nunca é tarde para você reconhecer um erro e tentar mudar. Tenho buscado ajuda com terapia e psicólogo, trabalhado o meu lado espiritual, e espero que com o meu exemplo, eu pretendo, no futuro, ajudar pessoas que passam por isso”, continuou.