*

Bruna Marquezine manifestou interesse em viajar para a Rússia e acompanhar o namorado, Neymar Jr., durante os jogos da seleção. O diretor de Deus Salve o Rei, Fabrício Mamberti, afirma que a vontade da atriz pode ser atendida, mas vai depender de um detalhe de gravação.

Mamberti, de acordo com o site Notícias da TV, explica que tudo dependerá do roteiro dos próximos capítulos. Se houverem cenas dentro do castelo, segundo ele, Bruna terá folga de uma semana, mas se sua personagem, Catarina, tiver que aparecer cavalgando, por exemplo, aí a atriz terá que dizer adeus à Copa.

Entretanto, Mamberti revela que, apesar de Bruna ter demonstrado sua vontade de viajar, não faz disso uma prioridade. “Ela sabe que o roteiro tem de ajudar. Em nenhum momento a Bruna fez chantagem para ir à Copa”, disse. “A gente fará o possível para ela ter essa folga. Ela merece, trabalhou demais. É uma guerreira”, completa.

Ataque e defesa

Recentemente, correram notícias de que Bruna estaria chegando atrasada aos sets da novela das 19h. O diretor confirma o fato, mas declara que, além dela, mais cinco atores estavam se atrasando. “Bruna era a mais recorrente. No dia em que atrasou mais de uma hora tive uma conversa com ela”, conta ele, de acordo com a publicação de Daniel Castro.

Depois do puxão de orelha, Mamberti confessa que a atriz nunca mais se atrasou. O assunto divulgado na mídia, para o diretor, só mostra que a impressa está perseguindo a morena. Para ele, o alvo ocorre porque Bruna “é quem ela é”.

Como defensor número um da artista contra os ataques por ela sofridos, Mamberti conclui que Bruna superou todas as expectativas em Deus Salve o Rei. “Ela deu a volta por cima com sua Catarina. Aprendeu na porrada”, elucida, referindo-se ao início da trama, quando a atriz foi comparada a um robô devido a sua atuação.