*

A Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) interditou um avião utilizado pela dupla Maiara & Maraísa, nesta quinta-feira (17/5). A ação faz parte do combate da agência contra a atuação ilegal de táxi-aéreo clandestino.

Não é a primeira vez que as sertanejas são notificadas por esse motivo. Em 2017, as cantoras sofreram um pequeno acidente num desses aviões. As irmãs voltavam de um show no Parque de Exposições Francisco Feio Ribeiro, em Maringá (PR), quando um dos pneus estourou e o jato derrapou na pista. Na ocasião, os pilotos envolvidos no transporte das gêmeas tiveram as licenças suspensas.

Na quarta (16/5), um avião que transportava o cantor Amado Batista também foi impedido de voar. Isso aconteceu apenas dois dias após ter efetuado um pouso de emergência na Bahia. Os dois casos serão encaminhados à Polícia e ao Ministério Público.

De acordo com informações da Associação Brasileira de Táxi-Aéreo (Abtaer), atualmente sete a cada 10 voos fretados estão sendo operados clandestinamente.

O Metrópoles procurou a assessoria de imprensa de Maiara & Maraísa, mas, até o momento da publicação desta matéria, não obteve resposta.